Como criar a proposta de valor de uma empresa?

Como você viu no post anterior, geralmente a proposta de valor é formada por um bloco de texto com um título, subtítulo e um parágrafo de texto aliado a um bom visual, como fotos ou recursos gráficos.

Apesar de existirem diversas formas possíveis para criar uma proposta de valor, a fórmula padrão é:

Título: defina o benefício que você está oferecendo em uma frase curta. Você pode citar seu serviço, produto ou cliente.

Subtítulo: faça um parágrafo com uma sentença de duas a três linhas que explique o que você faz, para quem é o seu serviço ou por que ele é útil.

Bullet points: liste brevemente os principais benefícios ou serviços que você oferece.

Recursos visuais: utilize uma imagem que reforce a sua mensagem principal.

Agora, avalie a sua proposta de valor atual e verifique se ela responde às perguntas abaixo:

Que produto ou serviço a sua empresa vende?

Qual é o principal benefício que a sua empresa oferece?

Quem é o seu público-alvo?

O que torna a sua oferta original e diferente?

Use a fórmula padrão para estruturar essas respostas e, se necessário, desenvolva novas opções de proposta de valor para a sua empresa. Em seguida, faça testes AB para monitorar a performance e analisar os resultados.

Itens de atenção na hora de criar uma proposta de valor

Na hora de desenvolver a proposta de valor da sua empresa, lembre-se que a mensagem deve ser clara. Responda as perguntas listadas acima e esforce-se para priorizar a clareza.

Além disso, fique atento ao tamanho do texto. Fornecer uma quantidade suficiente de informações é crucial para aumentar as taxas de conversão, mas você precisa aliar isso a uma proposta de valor clara e convincente. Se as pessoas tiverem que ler muito texto para entender a sua oferta, você terá feito isso da maneira errada.

Outro ponto que merece atenção é na forma como você diferencia a sua oferta dos concorrentes. Analise os seus pontos fortes e pondere o que seus clientes prezam na hora de concluir uma compra. Lembre-se que você não precisa oferecer algo exclusivo no mundo todo, apenas na mente do cliente.

Dicas para criar uma boa proposta de valor

Investigue o seu público-alvo

Converse com seus atuais clientes para entender o seu público e o que o motiva. Isso vai moldar a linguagem que você utilizará na sua comunicação e ainda vai ajudá-lo a identificar melhorias nos seus produtos e na sua empresa. Procure entender quais são as necessidades e problemas dos seus clientes, assim como a faixa etária, o grau de escolaridade e quais informações eles consomem.

Crie uma persona ou comprador ideal

Depois de pesquisar o seu público, analise os dados qualitativos e procure padrões. Existe uma necessidade ou problema que foi mencionado várias vezes? Existem interesses em comum? Se eles compraram seus produtos, houve determinado benefício ou dificuldade para várias pessoas?

A definição da sua persona ajudará você a entender melhor os seus potenciais clientes, indicando o que eles valorizam e que aspirações têm.

Investigue seus concorrentes

Suas conversas com os atuais clientes podem ajudá-lo a descobrir lojas, empresas e marcas que eles admiram. Com essa informação, especialmente sobre seus concorrentes diretos, você pode descobrir o que seus clientes prezam e o que é possível melhorar em seu negócio.

Determine o principal benefício do seu produto

Agora que você compreende melhor a sua persona e os seus concorrentes, é hora de determinar a sua principal vantagem. Embora possam existir várias razões para comprar seus produtos, muitas vezes há um detalhe especial em que o seu público está mais interessado. Às vezes, pequenos detalhes podem proporcionar um diferencial a seu favor, como:

  • Frete grátis.
  • Atendimento ao cliente rápido e cortês, que atenda prontamente as suas dúvidas e necessidades.
  • Programas de fidelização.
  • Permitir aos clientes a visualização do status dos pedidos e o rastreamento do transporte.
  • Ter uma política de troca e devolução descomplicada.
  • Entrega rápida com variedade de opções de transporte.
  • Empacotamento que garante a segurança do produto.
  • Pagamento facilitado.
  • Pontos de recompensa.
  • Disponibilidade dos produtos em estoque.

Com esses dados em mãos, comece a desenvolver sua proposta de valor.

Add comment: